Energia – Ela te faz falta?

Hoje me deparei com uma situação tão comum e ao mesmo tempo tão atípica.

O que é energia para você? Nos últimos dias tem sido pra mim: um índice que avalia o “o pique” do meu cliente/coachee. Este é um dos índices que o relatório Assessmenttraz como informação, é o quanto de energia você está utilizando, quanto pique você está injetando na sua vida, no seu comportamento.

E, hoje, mais do que nos demais dias, percebi a importância da energia em minha vida e cabe aqui uma analogia e explico o motivo.

Acordei, levei meu filho à escola, voltei para tirar um cochilo (coisa que raramente faço), liguei a TV, ouvi as notícias da manhã e foi quando a TV piscou por 3 vezes e depois “morreu”, “normal”, pensei, “vou aproveitar para continuar o cochilo”.

Depois de algum tempo levantei e fui dar continuidade e começar de fato o dia fazendo coisas simples, como: esquentar o leite no micro ondas, pôr a roupa na máquina, acender o fogão, ligar o rádio, ligar o notebook (já que vou trabalhar em casa hoje), fazer uma ligação e usar o controle para abrir o portão da garagem.

Depois de fazer tudo isso, não necessariamente nesta ordem, fui me dando conta de que não havia energia e a “ficha caiu” , óbvio, não preciso normalmente pensar se há ou não energia e nem de que ela é necessária para que tudo isto funcione. Bingo!!!

Descobri o quanto ela é importante, e cheguei a conclusão de que ela ainda faz mais falta do que a água, pois quando não há água damos um jeitinho, mas não há jeitinho para a falta de energia, como hoje, estou presa em casa e não consigo fazer as necessidades básicas do dia a dia.

Quantos de nós no dia a dia, na correria da vida não nos damos conta de que a Energia é necessária para nossas vidas e, agora não me refiro a esta energiaexterna, falo da nossa energia, tal qual no Assessment, aquele que identifica nosso nível de pique para a vida.

Você tem feito tudo o que tem vontade? Suas ações/desejos estão no “eu tenho que…” (discurso das pessoas reativas) ou no “eu vou fazer…” (discursos das pessoas pró ativas) ? Você cuida da sua energia de forma dedicada? Tem pago as contas em dia? Observado quantos quilowatts/hora está consumindo e tem comparado com os demais meses?

Ou seja, você tem utilizado os indicadores adequados para avaliar seu pique de energia para a vida ou tem deixado ela acabar e só se dá conta disto quando fica doente, em depressão, estressado, come demais ou de menos, bebe demais ou somente quando não há forças nem para perceber os sintomas citados?

Não espere que cortem sua conta por falta de pagamento. Com a companhia de energia elétrica é possível reavê-la, já para a nossa energia/pique não há perdão, não há desculpas do tipo: “eu sinto muito, fiquei desempregado” ou “não havia dinheiro o suficiente para pagar” ou “me esqueci” ou ainda “não sabia que isto poderia acontecer”.

Ninguém virá te oferecer dinheiro para pagar a sua conta de energia da vida.

E, caramba, se você está aqui neste planeta é para cuidar dela, este é o seu objetivo, cuidar da sua energia de vida, como é que você pode se esquecer disto?

Há pessoas que vivem “carregando o mundo nas costas” ( as vítimas) outras ainda, esperando que o mundo “acabe em barranco” (as preguiçosas); ambas não têm energia.

Falta combustível para a vida. A energia te motiva, te mobiliza, te faz “tirar a bunda” da cadeira, faz você fazer algo, te tira da inércia física, emocional e intelectual.

Coloque energia em tudo o que você faz, nas pequenas coisas: ao acordar, ao iniciar a semana, no trânsito, na fila, na reunião de trabalho, no namoro, no casamento, no aprendizado, nos feedbacks.

Consuma energia, ela é infinita, mas precisa ser utilizada.

ESTEJA VIVO PARA A VIDA

Nota: até o término do texto a energia ainda não havia retornado, mas a minha estava a todo vapor!!!!

Ana Lucia Vasconcelos Barca
Coach de Carreira e Vida , Psicóloga, Orientadora Vocacional e Consultora de RH

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *